Mariano de Xangó

LightBlog

Breaking

23 setembro 2018

Em busca dos direitos culturais indígenas

- POR COLETIVO FOQUE
-21 de setembro de 2018


“Visões e saberes: em busca dos direitos culturais indígenas” foi o tema da mesa de debate promovido pelo CineLegis, um projeto de ações associadas do curso de direito da UFRN. De acordo com os organizadores do evento, o objetivo é “colocar em pauta essa temática dentro do meio acadêmico e repensar a questão da efetivação de tais direitos”.


Durante a atividade realizada na noite desta quinta-feira (20/9) no auditório do Nepsa/UFRN, foi exibido o documentário “Em Busca do Saber”. Em seguida o diretor do curta-metragem, Alberto Álvares Guarani, falou sobre a importância do cinema para guardar a memória e contar as histórias dos mais velhos, além de dar visibilidade aos povos indígenas. “Eu conto o sonho e a história do povo guarani no filme e quando termina já começo a sonhar outro para levar nossos sonhos mundo afora”, declarou o cineasta indígena.


A mesa de debates ainda contou com a participação da advogada Luciana Daltro, que tratou sobre a questão indígena em seu mestrado.



O bacharel em direito Mateus França, especialista em pluralismo jurídico, também esteve presente e fez questionamentos sobre o papel do sistema jurídico e sua legislação na relação com o tema em questão.


Para o cacique Luiz Katu, “Quando falamos de cultura indígena estamos falando do nosso fazer milenar, não só dos povos indígenas do Rio Grande do Norte, mas também do fazer das 305 etnias que existem ainda nesse país, das 274 línguas ainda faladas”.

Click na foto abaixo para ver o vídeo


Fernandes José Josimar Rocha

O QUE SÃO OGÃNS?

O QUE SÃO OGÃNS?
Ser Ogam é muito mais do que ser aquela pessoa no fundo do Terreiro, tocando pontos para as entidades, médiuns e assistentes. Ser Ogam é participar de forma efetiva e consciente nos trabalhos. Isso exige conhecimento, humildade, concentração, responsabilidade, mediunidade e amor. O Ogam é o responsável pelo canto, pelo toque, pela sustentação, pela parte física e equilíbrio harmônico dos rituais. Diferente do que muita gente pensa, um Ogam pode incorporar, porém, a sua mediunidade manifesta-se normalmente, de forma diferente do restante do corpo mediúnico. Manifesta, principalmente, através da intuição, das suas mãos, braços e cordas vocais. Os atabaques, quando devidamente consagrados e ativados pelos Ogãns, são verdadeiros instrumentos de auxílio espiritual, pois são capazes de canalizar, concentrar e irradiar energias que tanto podem ser movimentadas pelo próprio Ogam como pelas entidades de trabalho para os mais diversos fins

Juntos Somos Mais Forte!

Alguns textos, poemas e fotos foram retirados de variados
sites, caso alguém reconheça algo como sua criação e não
tenha sido dado os devidos créditos entre em contato.
''A intenção deste blog não é de plágio, mas sim de espalhar conhecimento e manter viva a nossa historia"

Ass: Mariano de Xangó
mariano_xango@yahoo.com

Quero fazer um pedido para vocês que se conectam com o nosso Blog.

Deixem seus comentários, pedidos e opiniões para que nosso blog fiquem cada vez mais atualizado para você, com bastante conteúdo quero que vocês nós ajudem,

E vocês de Axé se quiserem postar uma cantiga também será bem recebido.

Vamos fazer do blog um lugar informativo ao povo de Axé.
Obrigado!!!
e Axé a todos!!!!

Radio Sensorial Fm

Nosso Canal no youtube