Mariano de Xangó

LightBlog

Breaking

05 maio 2014

RELIGIÕES AFRODESCENDENTES TERÃO ESPAÇO PARA REALIZAÇÃO DE RITUAIS


O estado do Rio vai criar espaços dedicados a rituais de religiões afrodescendentes. A iniciativa, da Secretaria de Estado do Ambiente, pretende viabilizar a prática dos rituais, sem degradar a flora. O projeto arquitetônico dos Espaços Sagrados está sendo feito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e tem previsão de estar pronto até o fim deste mês. Em seguida, será elaborado o projeto executivo para, então, ser definido o orçamento para as obras. O anúncio foi feito pelo secretário da pasta, Carlos Portinho, durante audiência da Comissão de Combate às Discriminações da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), nesta quinta-feira (10/04).

Segundo Portinho, o orçamento previsto para a construção de um dos espaços, na curva do S, na Floresta da Tijuca fica entre R$ 3 milhões e R$ 5 milhões, mas este preço precisa diminuir. “O terreno da curva do S, onde será construído um dos Espaços Sagrados, é muito acidentado, o que pode justificar o orçamento. Devemos adequar o preço para que não pareça uma política pontual, porque se isso é uma preocupação do estado, pelo seu viés ambiental, deve ocorrer no Rio inteiro. Um orçamento alto pode prejudicar o direcionamento do projeto para outros municípios do estado”, explicou.

Presidente da comissão, o deputado Carlos Minc (PT) disse que lançou o projeto quando ainda era secretário da área. Para ele, é uma questão de responsabilidade ambiental e de respeito às diversidades. “O objetivo é ter liberdade de culto com preservação de ecossistemas. Os espaços sagrados são pequenas áreas onde as oferendas possam ser feitas com segurança, sem agredir o meio ambiente”, disse.

O coordenador da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa, Ivanir dos Santos, disse que o respeito à diversidade religiosa proposto pela iniciativa vai ser um exemplo importante para o Brasil. “É importante para o país, na medida em que você tem várias religiões que têm uma relação sagrada com a natureza. Fica estabelecido um espaço, com regras claras para a sua utilização; com isso acaba sendo criado um respeito à diversidade religiosa”, opinou.

Ex-superintendente de Educação Ambiental da Secretaria de estado do Ambiente e atual presidente da Associação Ambientalista Defensores da Terra, Lara Moutinho idealizou todo o projeto dos Espaços Sagrados. Ela atentou para a necessidade de haver conscientização dos praticantes dessas religiões para não poluírem o verde. “Falta reeducação ambiental na população. Alguns dos religiosos que precisam ter acesso à natureza não têm relação de sagrado construído com o ambiente. As oferendas devem ser recolhidas após um tempo, e eu já vi muita mãe de santo levando vassoura para os cultos porque os locais ficam muito sujos. As oferendas devem ser feitas em folhas, descartando o uso de materiais que não são biodegradáveis e que podem contaminar a fauna”, explicou a bióloga.


Texto de Bárbara Figueiredo

O QUE SÃO OGÃNS?

O QUE SÃO OGÃNS?
Ser Ogam é muito mais do que ser aquela pessoa no fundo do Terreiro, tocando pontos para as entidades, médiuns e assistentes. Ser Ogam é participar de forma efetiva e consciente nos trabalhos. Isso exige conhecimento, humildade, concentração, responsabilidade, mediunidade e amor. O Ogam é o responsável pelo canto, pelo toque, pela sustentação, pela parte física e equilíbrio harmônico dos rituais. Diferente do que muita gente pensa, um Ogam pode incorporar, porém, a sua mediunidade manifesta-se normalmente, de forma diferente do restante do corpo mediúnico. Manifesta, principalmente, através da intuição, das suas mãos, braços e cordas vocais. Os atabaques, quando devidamente consagrados e ativados pelos Ogãns, são verdadeiros instrumentos de auxílio espiritual, pois são capazes de canalizar, concentrar e irradiar energias que tanto podem ser movimentadas pelo próprio Ogam como pelas entidades de trabalho para os mais diversos fins

Juntos Somos Mais Forte!

Alguns textos, poemas e fotos foram retirados de variados
sites, caso alguém reconheça algo como sua criação e não
tenha sido dado os devidos créditos entre em contato.
''A intenção deste blog não é de plágio, mas sim de espalhar conhecimento e manter viva a nossa historia"

Ass: Mariano de Xangó
mariano_xango@yahoo.com

Quero fazer um pedido para vocês que se conectam com o nosso Blog.

Deixem seus comentários, pedidos e opiniões para que nosso blog fiquem cada vez mais atualizado para você, com bastante conteúdo quero que vocês nós ajudem,

E vocês de Axé se quiserem postar uma cantiga também será bem recebido.

Vamos fazer do blog um lugar informativo ao povo de Axé.
Obrigado!!!
e Axé a todos!!!!

Radio Sensorial Fm

Nosso Canal no youtube