Natal – Candomblé é objeto de estudo para alunos do Terezinha Paulino e José de Andrade Frazão



A religiosidade africana e afro-brasileira foi o objeto de estudo das escolas Terezinha Paulino de Lima e Prof° José de Andrade Frazão. Ambas tiveram grupos estudando o Candomblé e suas contribuições na formação cultural brasileira.
A professora Dalva Lúcia, da E.M. José de Andrade Frazão, já vinha trabalhando com a turma a cultura do povo africano no Brasil desde o ano passado, quando preparou uma apresentação coreografada chamada "Navio Negreiro", já apresentada em diversos eventos do município. Este ano, o trabalho continua com os estudos sobre o Candomblé.
A turma entrevistou no final de junho, o estudioso e babalorixá Marcelo Galvão, fundador de centros de candomblé em Natal e Extremoz. "Nós precisamos desmistificar o medo e preconceito que existe das religiões afros e de outras que não são conhecidas também", afirma Dalva. Já os alunos da escola Terezinha Paulino de Lima, como são de 6° ao 9°, foram visitar o Centro de Candomblé do Conjunto Panorama sob a direção do Babalorixá Melquisedeque Rocha.
Cinco professores acompanharam 28 alunos que foram registrar a cerimônia do "xirê". Após a aula de campo, alunos e professores organizaram uma exposição na escola e no evento do esporte, para divulgar os conhecimentos adquiridos. Os alunos da José de Andrade Frazão por sua vez apresentaram o "Tributo a Iemanjá", no evento do esporte que aconteceu dia 24 de julho, no Parque Esportivo do Campus Universitário.

Informações enviadas por Francimar Almeida 
 
Natal – Candomblé é objeto de estudo para alunos do Terezinha Paulino e José de Andrade Frazão Natal – Candomblé é objeto de estudo para alunos do Terezinha Paulino e José de Andrade Frazão Reviewed by OGAM MARIANO DE XANGÔ on julho 06, 2011 Rating: 5

Nenhum comentário

O QUE SÃO OGÃNS?

O QUE SÃO OGÃNS?
Ser Ogam é muito mais do que ser aquela pessoa no fundo do Terreiro, tocando pontos para as entidades, médiuns e assistentes. Ser Ogam é participar de forma efetiva e consciente nos trabalhos. Isso exige conhecimento, humildade, concentração, responsabilidade, mediunidade e amor. O Ogam é o responsável pelo canto, pelo toque, pela sustentação, pela parte física e equilíbrio harmônico dos rituais. Diferente do que muita gente pensa, um Ogam pode incorporar, porém, a sua mediunidade manifesta-se normalmente, de forma diferente do restante do corpo mediúnico. Manifesta, principalmente, através da intuição, das suas mãos, braços e cordas vocais. Os atabaques, quando devidamente consagrados e ativados pelos Ogãns, são verdadeiros instrumentos de auxílio espiritual, pois são capazes de canalizar, concentrar e irradiar energias que tanto podem ser movimentadas pelo próprio Ogam como pelas entidades de trabalho para os mais diversos fins

Juntos Somos Mais Forte!

Alguns textos, poemas e fotos foram retirados de variados
sites, caso alguém reconheça algo como sua criação e não
tenha sido dado os devidos créditos entre em contato.
''A intenção deste blog não é de plágio, mas sim de espalhar conhecimento e manter viva a nossa historia"

Ass: Mariano de Xangó
mariano_xango@yahoo.com

Quero fazer um pedido para vocês que se conectam com o nosso Blog.
Deixem seus comentários, pedidos e opiniões para que nosso blog fiquem cada vez mais atualizado para você, com bastante conteúdo quero que vocês nós ajudem,

E vocês de Axé se quiserem postar uma cantiga também será bem recebido.

Vamos fazer do blog um lugar informativo ao povo de Axé.
Obrigado!!!
e Axé a todos!!!!

Oração a Pai Xangó

Blogger news