E assim surgiram os Ogãs...





Exu sempre foi o mais alegre, divertido e comunicativo de todos os orixás. Ao criá-lo, Olorun, deu-lhe, entre outras funções, a de mensageiro comunicador e elemento de ligação entre tudo o que existe. Por isso, nas festas que se realizavam no orun (céu), ele tocava tambores e cantava durante horas trazendo alegria e animação a todos.


Sempre foi assim, até que um dia os orixás acharam que o som dos tambores e dos cânticos estavam muito altos, e que não ficava bem tanta agitação em um local mais propicio à reflexão.

Então, eles, em romaria, foram pedir a Exu, que parasse com aquela atividade barulhenta, que a todos estava enlouquecendo, para que a paz voltasse a reinar.

Assim foi feito, e ele, apesar de contrariado, nunca mais tocou seus tambores, respeitando a vontade de todos.

Um belo dia, porém, numa dessas festas, os orixás começaram a sentir falta da alegria e leveza que a música trazia. Perceberam que as cerimônias ficavam muito mais bonitas ao som dos tambores.

Novamente, se reuniram e resolveram pedir a Exu que voltasse a animar as festas, pois elas tinham perdido o frescor e estavam muito sem vida.

Exu, desta vez, negou-se a atender a pedido, pois havia ficado muito ofendido quando sua animação fora censurada, mas prometeu que daria essa função para a primeira pessoa que encontrasse em suas viagens.

Saiu então a andar pelo mundo e logo apareceu em seu caminho um homem, de nome Ogã. Cumprindo a promessa feita, Exu confiou-lhe a missão de tocar tambores e entoar cânticos para animar todas as festividades dos orixás. E determinou que daquele dia em diante, os homens que exercessem esse cargo seriam respeitados como verdadeiros pais e, em homenagem ao primeiro, denominados Ogãs. E nunca mais faltaram animação e alegria nas reuniões festivas dos orixás.Graças a Exu! 

E assim surgiram os Ogãs... E assim surgiram os Ogãs... Reviewed by OGAM MARIANO DE XANGÔ on maio 28, 2011 Rating: 5

Nenhum comentário

O QUE SÃO OGÃNS?

O QUE SÃO OGÃNS?
Ser Ogam é muito mais do que ser aquela pessoa no fundo do Terreiro, tocando pontos para as entidades, médiuns e assistentes. Ser Ogam é participar de forma efetiva e consciente nos trabalhos. Isso exige conhecimento, humildade, concentração, responsabilidade, mediunidade e amor. O Ogam é o responsável pelo canto, pelo toque, pela sustentação, pela parte física e equilíbrio harmônico dos rituais. Diferente do que muita gente pensa, um Ogam pode incorporar, porém, a sua mediunidade manifesta-se normalmente, de forma diferente do restante do corpo mediúnico. Manifesta, principalmente, através da intuição, das suas mãos, braços e cordas vocais. Os atabaques, quando devidamente consagrados e ativados pelos Ogãns, são verdadeiros instrumentos de auxílio espiritual, pois são capazes de canalizar, concentrar e irradiar energias que tanto podem ser movimentadas pelo próprio Ogam como pelas entidades de trabalho para os mais diversos fins

Juntos Somos Mais Forte!

Alguns textos, poemas e fotos foram retirados de variados
sites, caso alguém reconheça algo como sua criação e não
tenha sido dado os devidos créditos entre em contato.
''A intenção deste blog não é de plágio, mas sim de espalhar conhecimento e manter viva a nossa historia"

Ass: Mariano de Xangó
mariano_xango@yahoo.com

Quero fazer um pedido para vocês que se conectam com o nosso Blog.
Deixem seus comentários, pedidos e opiniões para que nosso blog fiquem cada vez mais atualizado para você, com bastante conteúdo quero que vocês nós ajudem,

E vocês de Axé se quiserem postar uma cantiga também será bem recebido.

Vamos fazer do blog um lugar informativo ao povo de Axé.
Obrigado!!!
e Axé a todos!!!!

Oração a Pai Xangó

Blogger news